Um retrato verdadeiro, brilhantemente engraçado e curiosamente sombrio sobre relacionamentos amorosos e familiares, transtornos psicológicos e desventuras do amor – o livro perfeito para fãs da aclamada série Fleabag

 

Título: Deve ter algo errado comigo

Título original: Sorrow and Bliss

Autora: Meg Mason

Tradução: Laura Folgueira

Gênero: Romance contemporâneo

Seção: Ficção estrangeira

Assunto principal: Relacionamentos amorosos e familiares

Assunto secundário: Transtornos psicológicos

Formato: 15,7 x 23 cm

Papel de miolo: Ivory 65g/m²

Papel de capa: Cartão 250g/m²

Número de páginas: 320

ISBN: 978-65-5609-129-7

eISBN: 978-65-5609-130-3

Editora: Universo dos Livros

 

Todos dizem a Martha Friel que ela é inteligente e bonita, uma escritora brilhante que foi amada todos os dias de sua vida adulta por seu marido, Patrick. Então, por que tudo parece fora de lugar? Por que Martha – à beira dos 40 anos – está sem amigos, praticamente sem emprego e frequentemente triste?

Talvez ela seja muito sensível, alguém que acha mais difícil estar viva do que a maioria das pessoas. Ou talvez – como ela sempre acreditou – haja algo errado com ela.

 

Com o casamento em crise, Martha encontra uma última chance de descobrir se sua vida está muito destruída para ser consertada – ou se, talvez, começando de novo, ela conseguirá escrever um final melhor para si mesma.

 

Sobre a autora

MEG MASON é neozelandesa e começou sua carreira no Financial Times, em Londres, antes de escrever sobre estilo de vida, filhos e humor para o The Times.

Depois de se mudar para a Austrália, continuou a escrever para uma série de publicações que incluem Sydney Morning Herald, Cosmopolitan e GQ. Ela mora com o marido e duas filhas em Sydney.

 

Sobre o livro

 “Um dos melhores livros para o verão” – The Times

 “30 melhores livros para o verão” – Independent

 “Leituras mais quentes do verão” – Irish Independent

 ”50 lançamentos que todo mundo deveria ler” – The Guardian

 Os direitos de cinema e televisão do livro foram comprados pela produtora responsável por filmes como 12 anos de escravidão, Garota exemplar e Bohemian Rhapsody

 

Elogios ao livro

“Deve ter algo errado comigo é um livro brilhantemente facetado e extremamente engraçado, que me envolveu do modo como sempre espero ser envolvida pelos romances. Enquanto eu lia, fazia uma lista de todas as pessoas para quem queria mandar, até perceber que queria mandar para todo mundo que conheço.”

– Ann Patchett, autora de A casa holandesa

 

“Deve ter algo errado comigo é uma beleza. Observações astutas sobre casamento, maternidade, família e doença mental são costuradas numa história por vezes devastadora e restauradora. Cada frase ressoa verdadeira. Vou falar para todos que eu amo lerem este livro.”

– Sara Collins, autora de The Confessions Of Frannie Langton

 

“Deve ter algo errado comigo trata daquilo que acontece quando sua doença afasta todo mundo – deixando-o só com as partes mais doloridas de si mesmo como companhia. Vai despedaçar seu coração, antes de consertá-lo com amor infinito. Nunca li nada assim e vou colocar na mão de todo leitor que conheço.”

– Pandora Sykes, autora de How Do We Know We’re Doing It Right?

 

“Tão sombrio, tão engraçado, tão verdadeiro. Você verá seu eu triste, problemático, triunfante nesse romance profundamente emocionante.”

– Laura Zigman, autora de Separation Anxiety

 

“Brutal, terno e engraçado, este romance – um retrato do amor em suas muitas encarnações – ganhou vida para mim na primeiríssima página. Eu me vi ali. Vi as pessoas que amo. Fui transformada por este livro.”

– Mary Beth Keane, autora de Ask Again, Yes

 

“Como algo tão terno pode ser tão sombrio? Como um livro tão engraçado pode ser tão triste? Meg Mason consegue um feito extraordinário: este é um romance sombriamente engraçado e que não poupa seus alvos, mas também é gentil e humano. A voz seca da narradora nos captura na primeira página e nos arrasta como uma corrente rápida. Quando você abrir o livro, cancele seus planos. Você não vai largá-lo.”

– The Sydney Morning Herald

 

“É um romance incrivelmente engraçado e muitas vezes enriquecido por uma energia descontrolada. Mas ainda consegue ser sensível e sincero, e oferecer um retrato nuançado do que significa tentar fazer as pazes e mudar, mesmo quando isso envolve ‘recomeçar a partir do nada’.”

– The Guardian

 

“Mason traz o leitor para uma compreensão profunda da experiência de Martha sem ser condescendente com ela nem passar a mão na cabeça. Embora nós, como leitores, tenhamos o luxo de achar suas observações mais engraçadas do que ela própria, não estamos tão distanciados dela que não consigamos ver tanto suas forças quanto suas fraquezas. Um retrato astuto da vida no precipício psíquico.”

– Kirkus

 

“É uma história que entrará no coração e no âmago de todos cuja vida foi tocada pela devastação de não saber exatamente o que há de errado, mas esperando que haja alguma forma de consertar.”

– The Spinoff, Nova Zelândia

 

“É o amor moderno contra as dores confusas e tristes da doença mental, com todos os seus altos, baixos, humor e infelicidade. Seu trabalho de criação de personagens é estupendo e pungente – as microfraturas, contradições e nuances da dinâmica familiar

de classe média são retratadas meticulosamente com familiaridade tocante e humor afiado, resultando numa combinação devastadora e de sagacidade tão afiada quanto Fleabag, de Phoebe Waller-Bridge.”

– Bookseller + Publisher

 

“Explorando as dificuldades multifacetadas da doença mental e a imprecisão frustrante dos diagnósticos, remédios e tratamentos, Deve ter algo errado comigo é sombriamente cômico e profundamente sincero. Como a narradora de Eleanor Oliphant

está muito bem, a voz de Martha é amarga, sagaz e crua. Fãs de Marian Keyes devem colocar em sua lista de leitura.”

– Booklist, Reino Unido

Livro - Deve Ter Algo Errado Comigo

R$59,90
Livro - Deve Ter Algo Errado Comigo R$59,90
Entregas para o CEP:

Meios de envio

Um retrato verdadeiro, brilhantemente engraçado e curiosamente sombrio sobre relacionamentos amorosos e familiares, transtornos psicológicos e desventuras do amor – o livro perfeito para fãs da aclamada série Fleabag

 

Título: Deve ter algo errado comigo

Título original: Sorrow and Bliss

Autora: Meg Mason

Tradução: Laura Folgueira

Gênero: Romance contemporâneo

Seção: Ficção estrangeira

Assunto principal: Relacionamentos amorosos e familiares

Assunto secundário: Transtornos psicológicos

Formato: 15,7 x 23 cm

Papel de miolo: Ivory 65g/m²

Papel de capa: Cartão 250g/m²

Número de páginas: 320

ISBN: 978-65-5609-129-7

eISBN: 978-65-5609-130-3

Editora: Universo dos Livros

 

Todos dizem a Martha Friel que ela é inteligente e bonita, uma escritora brilhante que foi amada todos os dias de sua vida adulta por seu marido, Patrick. Então, por que tudo parece fora de lugar? Por que Martha – à beira dos 40 anos – está sem amigos, praticamente sem emprego e frequentemente triste?

Talvez ela seja muito sensível, alguém que acha mais difícil estar viva do que a maioria das pessoas. Ou talvez – como ela sempre acreditou – haja algo errado com ela.

 

Com o casamento em crise, Martha encontra uma última chance de descobrir se sua vida está muito destruída para ser consertada – ou se, talvez, começando de novo, ela conseguirá escrever um final melhor para si mesma.

 

Sobre a autora

MEG MASON é neozelandesa e começou sua carreira no Financial Times, em Londres, antes de escrever sobre estilo de vida, filhos e humor para o The Times.

Depois de se mudar para a Austrália, continuou a escrever para uma série de publicações que incluem Sydney Morning Herald, Cosmopolitan e GQ. Ela mora com o marido e duas filhas em Sydney.

 

Sobre o livro

 “Um dos melhores livros para o verão” – The Times

 “30 melhores livros para o verão” – Independent

 “Leituras mais quentes do verão” – Irish Independent

 ”50 lançamentos que todo mundo deveria ler” – The Guardian

 Os direitos de cinema e televisão do livro foram comprados pela produtora responsável por filmes como 12 anos de escravidão, Garota exemplar e Bohemian Rhapsody

 

Elogios ao livro

“Deve ter algo errado comigo é um livro brilhantemente facetado e extremamente engraçado, que me envolveu do modo como sempre espero ser envolvida pelos romances. Enquanto eu lia, fazia uma lista de todas as pessoas para quem queria mandar, até perceber que queria mandar para todo mundo que conheço.”

– Ann Patchett, autora de A casa holandesa

 

“Deve ter algo errado comigo é uma beleza. Observações astutas sobre casamento, maternidade, família e doença mental são costuradas numa história por vezes devastadora e restauradora. Cada frase ressoa verdadeira. Vou falar para todos que eu amo lerem este livro.”

– Sara Collins, autora de The Confessions Of Frannie Langton

 

“Deve ter algo errado comigo trata daquilo que acontece quando sua doença afasta todo mundo – deixando-o só com as partes mais doloridas de si mesmo como companhia. Vai despedaçar seu coração, antes de consertá-lo com amor infinito. Nunca li nada assim e vou colocar na mão de todo leitor que conheço.”

– Pandora Sykes, autora de How Do We Know We’re Doing It Right?

 

“Tão sombrio, tão engraçado, tão verdadeiro. Você verá seu eu triste, problemático, triunfante nesse romance profundamente emocionante.”

– Laura Zigman, autora de Separation Anxiety

 

“Brutal, terno e engraçado, este romance – um retrato do amor em suas muitas encarnações – ganhou vida para mim na primeiríssima página. Eu me vi ali. Vi as pessoas que amo. Fui transformada por este livro.”

– Mary Beth Keane, autora de Ask Again, Yes

 

“Como algo tão terno pode ser tão sombrio? Como um livro tão engraçado pode ser tão triste? Meg Mason consegue um feito extraordinário: este é um romance sombriamente engraçado e que não poupa seus alvos, mas também é gentil e humano. A voz seca da narradora nos captura na primeira página e nos arrasta como uma corrente rápida. Quando você abrir o livro, cancele seus planos. Você não vai largá-lo.”

– The Sydney Morning Herald

 

“É um romance incrivelmente engraçado e muitas vezes enriquecido por uma energia descontrolada. Mas ainda consegue ser sensível e sincero, e oferecer um retrato nuançado do que significa tentar fazer as pazes e mudar, mesmo quando isso envolve ‘recomeçar a partir do nada’.”

– The Guardian

 

“Mason traz o leitor para uma compreensão profunda da experiência de Martha sem ser condescendente com ela nem passar a mão na cabeça. Embora nós, como leitores, tenhamos o luxo de achar suas observações mais engraçadas do que ela própria, não estamos tão distanciados dela que não consigamos ver tanto suas forças quanto suas fraquezas. Um retrato astuto da vida no precipício psíquico.”

– Kirkus

 

“É uma história que entrará no coração e no âmago de todos cuja vida foi tocada pela devastação de não saber exatamente o que há de errado, mas esperando que haja alguma forma de consertar.”

– The Spinoff, Nova Zelândia

 

“É o amor moderno contra as dores confusas e tristes da doença mental, com todos os seus altos, baixos, humor e infelicidade. Seu trabalho de criação de personagens é estupendo e pungente – as microfraturas, contradições e nuances da dinâmica familiar

de classe média são retratadas meticulosamente com familiaridade tocante e humor afiado, resultando numa combinação devastadora e de sagacidade tão afiada quanto Fleabag, de Phoebe Waller-Bridge.”

– Bookseller + Publisher

 

“Explorando as dificuldades multifacetadas da doença mental e a imprecisão frustrante dos diagnósticos, remédios e tratamentos, Deve ter algo errado comigo é sombriamente cômico e profundamente sincero. Como a narradora de Eleanor Oliphant

está muito bem, a voz de Martha é amarga, sagaz e crua. Fãs de Marian Keyes devem colocar em sua lista de leitura.”

– Booklist, Reino Unido